FLUMANIA - A História do Fluminense - A Sede atual - Álvaro Chaves - Parte I




A Sede atual - Álvaro Chaves - Parte I

A atual sede do Fluminense Football Club fica localizada na Rua Álvaro Chaves número, 41 – Laranjeiras, Rio de Janeiro – RJ – Brasil; CEP 222231-200, telefone ( 021 2553-7240 e Fax 2553-2898.

A sede assim como seu campo são obras de 1918, quando o Brasil foi indicado como sede do Sul Americano e não tinha um campo para promover o certame. O F.F.C. assumiu a responsabilidade e, através de Arnaldo Guinle, com a ajuda de um empréstimo realizado junto ao Banco do Brasil as obras começaram.

O projeto de autoria de Hypolito Pujol começou a ser trabalhado e a antiga sede e campo começaram a desaparecer. A já famosa arquibancada de madeira coberta de zinco foi adquirida pelo Esporte Clube Recife e o local foi se transformando. O sonho tricolor não era apenas a construção de um estádio, mas sim erguer uma das maiores sedes do brasil. Desta forma, foi instituído um "livro de ouro" na tentativa de se obter recursos para a compra de várias casas na antiga Rua Retiro da Guanabara e na Rua Guanabara.

O sucesso da iniciativa foi muito grande e a Praça de Esportes tricolor crescia a cada dia. Devido a epidemia de gripe de 1918, o Sul Americano foi adiado para o ano seguinte, fornecendo aos dirigentes tricolores mais tempo para o trabalho.

Em 21 de janeiro de 1919, o Cardeal Dom Joaquim Arcoverde benzia as novas instalações, participando da festa de entrega da piscina aos associados.

Em 11 de maio de 1919, o Estádio de Álvaro Chaves era inaugurado com a partida entre Brasil e Chile. Era o primeiro estádio construído no Brasil para grandes espetáculos. Sua capacidade era de 18 mil espectadores. O Brasil venceu a partida por 6 x 0 e ao final do Sul Americano, em decisão contra o Uruguai nosso país conquistava seu primeiro título internacional.

Em 18 de novembro de 1920, a nova sede foi inaugurada e Arnaldo Guinle recebia grandes homenagens.


Nossa sede em foto da década de 20


Nossa sede antes das mudanças nas entradas - foto década de 50


Imagem externa de nossa sede I - foto de 2010


Imagem externa de nossa sede II


Imagem externa de nossa sede III


Entrada principal da sede - foto de 2010


A majestosa escadaria de acesso ao salão nobre - foto 2010




Os maravilhosos vitrais franceses originais de nosso salão nobre - foto década de 20


Os vitrais franceses de nosso salão nobre - foto 2010




Nosso salão nobre - foto década de 20


Vista geral de nosso salão nobre I, a tribuna da galeria - foto 2010


Vista geral de nosso salao nobre II, com o detalhe do lustre - foto 2010

Em 1922, o Fluminense foi mais uma vez lembrado e no Centenário da Independência do Brasil, com o auxílio do governo, que escolheu o clube para as competições, começaram as obras de ampliação. Foram construídos o ginásio, a pista de atletismo, o stand de tiro, as quadras de tênis além de melhorias no estádio. Agora o Estádio de Álvaro Chaves passava a ter capacidade de receber aproximadamente 20 mil torcedores, sendo mais uma vez conseguido um título internacional para o Brasil em terras tricolores.

Em 1961, após 2 anos de entendimentos iniciados com a Prefeitura do antigo Distrito Federal e, posteriormente com o Governo do então Estado da Guanabara, o Fluminense teve parte de seu terreno desapropriado pela Sursan, em uma faixa de terreno situada na Rua Pinheiro Machado.

O Fluminense Football Club, pela desapropriação de uma área de 1.084,95 metros quadrados, recebeu a quantia em dinheiro de Cr$ 49.703.000,00 e mais as áreas remanescentes dos terrenos da esquina das Ruas Álvaro Chaves e Pinheiro Machado, no valor de Cr$ 31.355.000,00.
O Fluminense prestava novamente à cidade mais um serviço, embora com o sacrifício de seu próprio patrimônio.


Imagem da arquibancada vista da R. Pinheiro Machado (1961)


Início da demolição pela Sursan (1961)

Hoje em dia, a capacidade do estádio apresenta-se reduzida para 8 mil torcedores e o campo mede 72 x 105 metros. Tal redução deveu-se a desapropriação e ao necessário crescimento do bairro de Laranjeiras.

Na foto abaixo observamos que toda a parte da arquibancada anteriormente existente do lado da Rua Pinheiro Machado (ao fundo) foi demolida, possibilitando desta forma o escoamento do trânsito do túnel Santa Bárbara.
Observa-se também o grande crescimento do bairro ao redor do estádio.



Nosso Estádio, com parte do anel demolido (a esquerda) para a duplicação da Rua Pinheiro Machado


Nosso Estádio, com sua arquibancada colada no Palácio Guanabara e a homenagem ao presidente Manoel Schwartz


Outra vista do estadio


Placa comemorativa em nosso estádio que a partir de 25 de julho de 2004 passou a ser chamado - Estádio Manoel Schwartz - em homenagem ao grande ex-Presidente

Na tribuna do honra do estádio existe uma placa comemorativa, datada de 21 de julho de 1989, quando eram comemorados os 87 anos de fundação do clube, os 70 anos de inauguração do estádio, os 40 anos da posse da Taça Olímpica e os 80 anos do tetracampeonato carioca de futebol.


A placa comemorativa

Dia 11 de maio de 2009, noventa anos da inauguração do Estádio das Lararanjeiras (Presidente Manoel Schwartz)


No dia 11 de maio de 2009, o estádio das Laranjeiras completou 90 de história e, por isso, ganhou da torcida tricolor uma faixa em sua homenagem com os dizeres 'Aqui nasceu o futebol do Brasil'. Em 11 de maio de 1919, a seleção brasileira estreava no Sul-Americano, jogando na sede do Fluminense, com vitória arrasadora sobre o Chile, por 6 a 0. O estádio foi o primeiro a ser construído para receber grande público: a capacidade era para 15 mil pessoas. Friedenreich marcou três gols na vitória dos brasileiros. Na final, foi campeão sobre o Uruguai.

Reportagem do SporTV sobre o lendário Estádio das Laranjeiras

Reportagem do Globo Esporte sobre os 90 anos do Estádio das Laranjeiras

No interior do prédio principal da sede social fica localizado nosso tesouro e motivo de nosso maior orgulho. A maravilhosa sala de troféus Afonso Teixeira de Castro.

Nela existem catalogados mais de 2.030 troféus e 1.020 taças num total de aproximadamente 7 mil objetos de todas as modalidades esportivas. Abaixo podemos ver algumas fotos de nossa sala de troféus,sua entrada e seu interior em diversos ângulos.









Para que os tricolores de todo o Brasil tenham noção de nossa grandiosidade como clube, principalmente aqueles que não conhecem nossa sede, na sequência de fotos que apresentamos poderemos ver os diversos setores do clube.

O Parque Aquático Jorge Frias de Paula


Vista geral do Parque Aquático onde observamos a piscina olímpica em toda sua extensão


Vista geral em foto tirada do Ginásio João Coelho Netto


O complexo do parque aquático fotografado em outro ângulo


Mais uma visão geral de nossas piscinas I


Mais uma visão geral de nossas piscinas II


A piscina de saltos chamada no clube de "poço"


O Ginásio João Coelho Netto



Vista geral do velho ginásio


A entrada do ginásio


Vista interior



Treinamento da equipe infantil de volei

O ginásio João Coelho Netto, que já foi palco de tantas glórias nos esportes amadores, brevemente será alvo de reformas, e desta forma estará adaptado às necessidades dos esportes disputados em quadras.

O Stand de tiro ao alvo tricolor


Onde treinam grandes campeões e a equipe olímpica brasileira

O Fluminense fotografado via satélite


Vista do Flu a uma altura de aproximadamente 1051 metros


Outra vista do Flu, agora a uma altura mais baixa, aproximadamente 329 metros

    
   
HISTÓRIA   |   VÍDEOS   |   ÁUDIOS  |   ESTATÍSTICAS  |   FALE CONOSCO
Desde 2002 Copyright © FLUMANIA.com.br
O conteúdo deste site é de propriedade intelectual do "Flumania Online" e fica expressamente proibida a utilização de qualquer material nele contido por parte de outros sites sem prévia autorização de nossa equipe.